Recomecemos honrando-nos umas às outras

Nossa vida às vezes parece um filme, não é verdade? Roteiros duros, surpreendentes, apaixonantes, cansativos… reescrevê-los é sempre necessário, porque a vida é sim um ciclo de recomeços pequenos e diários que demandam nosso protagonismo, energia e presença. É assim até a morte. Penso que recomeçar seja o verbo mais vivido por nós mulheres…. 😉

Mulheres da Brasilândia em 2007, durante caminhada da Campanha da Fraternidade_ Foto Karla Maria

Por isso recomecemos hoje também pensando que há muito a conquistar: tempo, silêncio, amor próprio, direitos, espaços e oportunidades. Recomecemos quebrando padrões, falsos moralismos, julgamentos, o patriarcalismo.

Recomecemos alimentando a empatia por aquelas mulheres sem privilégios, cujas existências foram pré-definidas pelo capitalismo selvagem, pelo racismo estrutural, pelo machismo mortal.

Recomecemos enxugando as lágrimas e abrindo sorrisos com gana, esperança, solidariedade, sempre com o pé na realidade, essa que diariamente finda ciclos entre nós.

Recomecemos, mulheres.
❤✊🏽 #diadamulher#diadeluta